APP
Home > Análise > As criptomoedas não estão mortas: Elas vieram para ficar >

As criptomoedas não estão mortas: Elas vieram para ficar

Author: Aricia Date: October 24, 2022

Why Crypto Is Not Dead

As criptomoedas chegaram aos holofotes em 2017, morreram por dois anos, voltaram a subir em 2020 (após o surto da Covid-19) e, desde então, permaneceram no cenário global como um ativo macro inovador ao lado de ouro, ações, títulos e moedas tradicionais.

No entanto, com esse novo ativo que não pode ser mantido fisicamente, houve críticas consideráveis sobre sua aplicabilidade, confiabilidade e viabilidade no futuro.

Além disso, como as criptomoedas geralmente são bastante voláteis, sempre que seus preços caem, o sentimento também cai e as pessoas começam a “FUDing” e afirmar que elas estão morrendo e/ou que já estão mortas.

Então, vamos explorar essa questão e fornecer dados e estatísticas que desafiam essa teoria de que as criptomoedas já morreram.

As criptomoedas estão mortas em 2022?

Analisando o valor de mercado

Historicamente falando, as criptomoedas em 2022 caíram de seus picos de 2021. No entanto, o valor de mercado ainda é significativamente maior do que em bear markets anteriores, como o de 2018-2019.

Por exemplo, o valor de mercado atual para todas as criptomoedas é de cerca de $900 bilhões. Mas durante os bear markets anteriores, o valor de mercado variou em torno de $250 bilhões, subindo apenas para $500 bilhões durante a preparação para o bull market.

Crypto Market Cap History

Isso significa que, apesar do sentimento negativo e dos fundamentos macroeconômicos, ainda há significativamente maior interesse dos investidores em criptomoedas em 2022 do que em anos anteriores, como 2018 e 2019.

Uma análise adicional lhe dirá que, juntamente com os desenvolvimentos de blockchain e criptomoedas, como a camada 1s mais veloz, a Ethereum migrando para PoS, o surgimento do metaverso e o altíssimo interesse nas NFTs são apenas catalisadores adicionais que aumentarão a adoção das criptomoedas.

Com todos esses desenvolvimentos acontecendo em tempo real, há uma chance muito pequena de que as criptomoedas estejam de fato morrendo.

E isso somente se alguém estiver analisando o desempenho recente dos preços em vez do avanço tecnológico, desenvolvimento da Web3, metaverso, NFTs e o sucesso do marketing das criptomoedas para países em desenvolvimento e desenvolvidos.

Analisando a adoção da Blockchain, Metaverso e de NFTs

A blockchain é uma tecnologia que tem servido como catalisador para a adoção e investimento de criptomoedas. A tecnologia Blockchain também é uma tecnologia reverenciada que atraiu investimentos e interesses significativos de empresas como Google, Apple, Samsung e instituições como BlackRock, Fidelity e JP Morgan, além de países como Estados Unidos e China.

Aqui estão algumas estatísticas para acabar com os rumores de que as criptomoedas estão morrendo e que a blockchain irá afundar junto. Espera-se que os gastos mundiais com soluções de blockchain cresçam de $4,5 bilhões (2020) para cerca de $19 bilhões em 2024.

Blockchain Solution Adoption Stats

Além disso, pesquisas constantes da Statista e da Deloitte, conversando com negócios e executivos globais, constantemente reiteram seu interesse em investir em blockchain. A blockchain é útil para os setores financeiro, de saúde, de e-commerce e agrícola, para citar alguns. Simplesmente, com todo o financiamento de VC (mais de $2,3 bilhões em 2020), a indústria simplesmente não irá nos deixar.

Outro fator que apoia as criptomoedas é o metaverso. O metaverso é uma realidade virtual digital que precisará de internet de alta velocidade, blockchain, NFTs e diferentes moedas para pagamento. Nesse aspecto, as criptomoedas devem se entrosar bem com o metaverso.

E as empresas perceberam o potencial do metaverso. É por isso que empresas como Meta, Apple, Google, Microsoft, Nvidia, Tencent, Roblox, Shopify, Epic Games e Nike estão investindo nisso e desenvolvendo suas estratégias de negócios de realidade digital.

No entanto, ainda estamos no início de tudo. Portanto, apesar do interesse no metaverso cair quase 50% de acordo com o Google Trends, este é um momento em que o dinheiro “silencioso” e os grandes players estão entrando e se concentrando em produtos, soluções e serviços.

Por fim, as criptomoedas não estão mortas por causa dos NFTs. Em 2018, quando elas caíram, havia muito pouco interesse institucional e empresarial, todo o mercado era especulativo e havia poucos casos de uso.

Além disso, não havia NFTs. No entanto, agora que os NFTs atingiram o mainstream e ganharam atenção semelhante ao metaverso, isso só dá à indústria mais força e impulso para avançar.

Por exemplo, aqui está uma linha do tempo de carteiras exclusivas comprando NFTs. Ela fala por si só, mostrando que o mercado de NFTs subiu espetacularmente desde 2017. Em 2022, no entanto, esses números caíram. Mas, o mercado está amadurecendo, e a razão para a atual atividade amortecida se dá pelo enfraquecimento da economia global.

NFT Wallet Buying Activity 17-21

NFTs e criptomoedas não vão a lugar nenhum. Os jovens adoram NFTs e criptomoedas e continuarão comprando-as para se exibir em seus perfis de redes sociais. Por exemplo, usando imagens de perfil em NFT (NFT PFPs).

Criptomoedas e moedas mortas

2022 viu o início de um novo mercado, mas foi só depois da infame queda da stablecoin Terra Luna-UST que a indústria realmente foi levada ao limite. Por exemplo, após a queda de mercado da Terra Luna, um efeito dominó foi desencadeado, o que resultou nas falhas de várias criptomoedas, sendo elas: LUNA, UST e CEL (token nativo da Celsius). Estas são as principais criptomoedas que mais sofreram durante o crash de criptomoedas de 2022.

Luna Crash Price Chart

(Desempenho do preço LUNA em 2022)

CEL Token Price Chart Decline

(Desempenho do preço do token da rede Celsius 2021-2022)

No entanto, é importante notar que, embora essas moedas tenham caído mais de 80% de suas máximas, elas ainda estão ativas nas exchanges e os projetos continuam.

Além disso, isso ocorre apesar das restrições regulatórias, das autoridades legais atrás de seus ativos e da raiva dos investidores pela administração (Do Kwon & Alex Mashinsky). Ambos os projetos podem sobreviver, mas levará tempo para descobrir, potencialmente mais de um ano ou dois.

A stablecoin UST da Terra Luna está praticamente morta e foi excluída do meio global de stablecoins como um estudo de caso, para servir de exemplo de por que um certo tipo de stablecoin algorítmica não deve ser tentada novamente, especialmente da maneira que Do Kwon e Terra planejaram.

Por enquanto, é certeza que este modelo de criptomoeda está morto e desaparecido. Ele servirá como um aviso para outros projetos e criadores que desejam entrar no mercado de stablecoins sem ter reservas suficientes.

Em conclusão, a lista de criptomoedas mortas não cresceu tão substancialmente durante o bear market atual. Levará mais tempo para descobrir quais projetos sobreviverão.

Porém, por enquanto, parece que os principais players de blockchain, camada 1s, camada 2s, Web3, infraestrutura, DeFi, sobreviverão enquanto editarem seus arranjos “tokenômicos” para atender ao enfraquecimento da atividade econômica e menor alavancagem excessiva.

A mineração de criptomoedas está morta?

Desde que a Ethereum mudou seu mecanismo de consenso de rede de PoW para PoS, houve um debate sobre o futuro da mineração de criptomoedas. Claro, para criptomoedas PoW como Bitcoin e Dogecoin, a mineração é um elemento necessário para a continuação da rede.

Além disso, a mineração não parou também. Isso é comprovado pelo aumento da taxa de hash do Bitcoin, que mede a dificuldade de minerar blocos e o poder geral da computação na rede. No momento, está na máxima histórica para o Bitcoin. Assim, derrubando a teoria de que a mineração de criptomoedas está morta para o Bitcoin.

Bitcoin Hash Rate October 2022

A mineração de criptomoedas também é uma indústria lucrativa, onde os mineradores que operam pools e hardware de mineração podem obter um retorno sobre seus investimentos ao minerarem Bitcoins.

Porém, recentemente, os retornos que esses mineradores podem ganhar de fato caíram. No entanto, não chegou ao ponto em que o mercado se foi ou está à beira da extinção.

Do Bitcoin Miners Make Money?

Derrubando o FUD: Por que as criptomoedas vieram para ficar?

As razões expostas acima, como o valor de mercado de $800 bilhões e o interesse institucional em blockchain, metaverso e NFTs, só podem significar que as criptomoedas vieram para ficar.

Se as criptomoedas estivesses mortas, bancos como JP Morgan, gestoras de ativos como BlackRock e empresas de internet como Google não estariam criando equipes para explorar a tecnologia, nem estariam abrindo os canais para seus clientes investirem diretamente em ativos digitais.


Se tiver qualquer dúvida, entre em contato conosco em support@phemex.zendesk.com
Siga nossa página oficial no Twitter e no Instagram | Junte-se à nossa comunidade no Telegram
Negocie criptomoedas em qualquer lugar:Download para iOS | Download para Android
Phemex | Conquiste, liberte-se
start trading start trading start trading

Registre-se na Phemex agora para começar a negociar

Registre-se na Phemex

More Articles

Subscribe Phemex

Get The Latest News And Updates From Phemex!

Get The Latest News & Updates!