Home > Crypto 101 > Carteiras de criptomoedas: Carteira quente vs Carteira fria >

Carteiras de criptomoedas: Carteira quente vs Carteira fria

Author: Aricia Date: November 10, 2022

À medida que mais e mais pessoas entram no mundo das criptomoedas, a necessidade de ter carteiras de armazenamento de criptografia seguras e fáceis de usar se tornará cada vez mais importante.

Semelhante à forma como as pessoas usam carteiras físicas para carregar seus cartões de dinheiro, débito e crédito, uma carteira criptográfica é um lugar onde você pode manter sua criptomoeda com segurança.

As carteiras criptográficas são usadas para armazenar, receber e enviar criptomoedas. Os tipos mais populares de carteiras criptográficas são carteiras hospedadas, carteiras sem custódia e carteiras de hardware. Eles são classificados em duas formas, quente e frio.

O que são Carteiras Cripto (Crypto Wallets)?

As crypto wallets, ou carteiras cripto, são responsáveis pelo armazenamento de criptomoedas. Podem ser dispositivos (carteiras frias) ou programas (carteiras quentes). Antes de entrar na diferença entre carteiras quentes e carteiras frias, é importante ter uma compreensão básica de como as carteiras de criptomoedas funcionam.

Como carteiras de criptomoedas funcionam?

Existem alguns componentes importantes de uma carteira cripto que torna cada uma única. Em particular, uma carteira virá com duas informações importantes: uma chave pública e uma chave privada. Eles funcionam como medidas de segurança que controlam quem tem acesso à carteira.

Uma chave privada é uma sequência de letras e números gerada matematicamente vinculada ao endereço da sua carteira. O controle dessa chave permite que a criptomoeda seja gasta dessa carteira. Se você perder/esquecer esta chave, perderá o acesso aos fundos em sua carteira, pois não há como recuperá-la.

As chaves privadas são semelhantes à sua senha bancária ou números PIN. Isso porque eles permitem que o usuário acesse a carteira, verifique o saldo e faça transações.

Uma chave pública também está relacionada matematicamente ao endereço da sua carteira. A chave pública confirma que o endereço da carteira pertence a você.

Como os nomes sugerem, é importante manter sua chave privada segura e conhecida apenas por você. No entanto, sua chave pública poderá ser visualizada por qualquer pessoa. Sua carteira também conterá um log de todas as transações de entrada e saída que podem ser verificadas comparando-as com o blockchain.

As chaves públicas são semelhantes a um número de conta bancária porque identificam a carteira para que o usuário possa receber ou enviar criptomoedas ou tokens específicos.

Agora. vamos dar uma olhada nas carteiras quentes e frias.

Hot Wallet (carteira quente) vs Cold Wallets (carteira fria): 3 diferenças fundamentais

No nível mais básico, existem duas classificações de carteira de criptomoedas: carteiras quentes e carteiras frias. As carteiras frias são carteiras criptográficas responsáveis por armazenar chaves privadas em um ambiente offline, e uma carteira quente é uma carteira criptográfica conectada à Internet, como uma carteira hospedada na nuvem ou um software ou aplicativo de carteira criptográfica.

Carteira quente Carteira Fria
Conexão Sempre conectado à Internet
Um dispositivo offline, conectado a internet somente quando necessário
Segurança Dá aos hackers uma rota para a carteira devido à sua natureza online
Só pode ser acessado de um dispositivo físico
Velocidade de transação A conexão com a Internet torna as transações online mais rápidas
Demora mais para fazer transações

Hot Wallets – Carteiras quentes

O que é uma carteira quente?

Uma carteira quente refere-se a uma carteira que está conectada à internet e armazena chaves privadas em um ambiente online. As carteiras quentes são softwares que você pode encontrar em um dispositivo móvel, um servidor em nuvem ou um laptop.

As carteiras quentes são mais adequadas para iniciantes que estão entrando no comércio de criptomoedas, investidores de criptomoedas que compram e vendem com frequência em exchanges e para pessoas que desejam facilitar transações básicas e fazer pagamentos online rápidos.

Além disso, as carteiras quentes costumam ser suficientes para indivíduos com quantias mais baixas de criptografia. No entanto, carteiras quentes são vulneráveis ​​a hackers por causa de sua conectividade com a Internet.

As carteiras quentes são seguras?

Embora as carteiras quentes apresentem mais risco para o titular porque podem acessar e ser acessadas por outras partes da internet, elas ainda são uma forma segura de armazenar sua criptomoeda.

A segurança das carteiras quentes também depende do provedor de serviços, por exemplo, se a carteira for executada por uma bolsa popular com muitos recursos de segurança. No entanto, não é seguro armazenar grandes quantias de criptomoeda em uma carteira quente.

Um exemplo que traz à tona as preocupações de segurança das carteiras quentes é o hack da exchange Kucoin em setembro de 2020, onde hackers roubaram mais de US$ 275 milhões em criptomoedas.

Essencialmente, o hack da Kucoin visava o sistema de carteira quente que a empresa estava usando para armazenar a criptomoeda de seus clientes. As carteiras quentes são vistas como mais arriscadas e vulneráveis ​​a esses ataques porque a conexão com a Internet, que as torna melhores para transações on-line rápidas, também oferece aos hackers uma rota para a carteira.

Quais são as melhores carteiras quentes?

Muitos provedores de hot wallet também são exchanges, por exemplo, Exodus, o que significa que existe uma interface para comprar criptomoedas e transferi-las para uma hot wallet segura.

Por outro lado, existem mais carteiras compatíveis com DeFi, como Metamask, Trust Wallet e Argent. Depois, existem carteiras Bitcoin e multi-criptomoedas como Mycelium, BitGo e Atomic Wallet.

Top 7 das carteiras quentes mais populares:

  1. Metamask
  2. BitGo
  3. Trust Wallet
  4. Mycelium
  5. Atomic Wallet
  6. Exodus
  7. Argent

Cold Wallets – Carteiras frias

O que é uma carteira fria?

Em comparação com uma carteira quente, uma carteira fria, por outro lado, é mais segura porque é mantida offline em um hardware separado, como um USB. Assim, ele só pode ser acessado por quem está segurando o dispositivo físico.

Como transferir criptografia para uma carteira fria?

Como as carteiras frias não são plataformas de compra de criptomoedas, elas só podem ser usadas para enviar e receber criptomoedas como Bitcoin e Ethereum.

Por exemplo, se você deseja transferir criptomoedas para uma carteira fria como uma carteira de hardware, você precisa enviar as criptomoedas de uma exchange para o endereço da carteira do dispositivo (a chave pública).

As carteiras frias podem ser hackeadas?

Cold wallets, como carteiras de hardware, são dispositivos imunes a malware e livres de complexidade, com o único objetivo de armazenar chaves e assinar transações, o que remove os vetores de ataque que hackers e ladrões tradicionalmente exploram.

No entanto, carteiras frias não são inatacáveis. Uma das principais maneiras pelas quais as carteiras de hardware podem ser hackeadas é através do código PIN, mas varia de acordo com o dispositivo usado.

Quais são as melhores carteiras frias?

Os melhores dispositivos de carteira fria de hardware são o Ledger Nano X e o Trezor Model T.

Quais são as melhores práticas para segurança de carteiras quentes e frias?

Os usuários devem manter uma carteira quente e fria. Uma carteira fria deve ser usada para armazenar grandes quantidades de criptografia. Estes são investimentos de longo prazo, ou seja, moedas que você pretende manter por um tempo e não gastar.

Uma carteira quente é útil para armazenar uma quantia mais limitada, contendo apenas o que você tem planos futuros para gastar ou usar online para negociação ou troca.

Certifique-se de pesquisar qualquer carteira que funcione melhor para você. Manter práticas seguras com suas chaves será a melhor maneira de se proteger contra perdas maliciosas.

Assim como você mantém seu PIN e senhas privados, o mesmo vale para as chaves da sua carteira. A criptomoeda não é tão regulamentada nem tão controlada quanto a moeda fiduciária, o ônus é maior para você se manter seguro.

Como a Phemex utiliza Cold Wallets?

Uma exchange de criptomoedas que utiliza principalmente carteiras frias, como a Phemex, é teoricamente mais segura, pois os fundos e as chaves não são acessíveis pela Internet.

A Phemex atribui a cada usuário seu próprio endereço de depósito de carteira fria, que é periodicamente coletado e armazenado na carteira fria de várias assinaturas da empresa por meio de assinatura offline.

Dessa forma, mantemos os fundos usados e armazenados na plataforma Phemex protegidos contra ataques externos. Uma desvantagem é que o acesso a esses fundos demora um pouco mais do que as plataformas que usam carteiras quentes. No entanto, acreditamos que a garantia de que seus fundos estão seguros fazem valer a pena esperar um pouco.


Se tiver qualquer dúvida, entre em contato conosco em support@phemex.zendesk.com
Siga nossa página oficial no Twitter e no Instagram | Junte-se à nossa comunidade no Telegram
Negocie criptomoedas em qualquer lugar:Download para iOS | Download para Android
Phemex | Conquiste, liberte-se
start trading start trading start trading

Registre-se na Phemex agora para começar a negociar

Registre-se na Phemex

More Articles

Subscribe Phemex

Get The Latest News And Updates From Phemex!

Get The Latest News & Updates!